Vai um café?

Ah…! de volta.

Cá estamos depois de alguns muitos dias de muitas festas, comemorações, viagens, passeios…e finalmente parar com aquela procrastinação dos post para o blog 😉

Assim, CHEGA DE FÉRIAS (de posts)

No inicio de janeiro fui a Ubatuba e pude aproveitar tudo ao máximo: tempo, sol, praias, cachoeiras, noites jogando WAR e, como sempre uma visitinha ao centro. E, graças a Deus, desta vez não foi o de Caraguá, que apesar de ser legalzinho (do tipo muvuca e sertanejo no maior volume – nada contra aos fãs do estilo) não se compara ao ambiente aconchegante do de Ubatuba.

Nesta ida ao centro, depois de saciada a vontade de sorvete (do tipo monte o seu, claro), fomos para a segunda etapa: o café, que é indispensável para o cunhado e noivo, pqe para mim o que importa mesmo é que tenha chantilly, muito chantilly no estilo Café Brigadeiro do Café no Ponto (vídeo aqui). Assim visitamos uma cafeteria ao lado da sorveteria.

O lugar, que me pareceu ser administrado por mãe e filho, era bem aconchegante, fachada, espaço, tudo muito propício a degustação do meu chanty-café e catapum! Na hora do pedido o que mais faltava eram os cafés artesanais que tanto a fachada me remeteu e fez desejar…ah a decepção. Vimos que as opções eram poucas, então perguntamos se seria possível colocar chantilly em nosso café (já que esta opção não tinha no cardápio), o que claro o pessoal atendeu. Quando chegou aquela pequena mancha branca no meio do café…ah, a decepção de novo. Alguém me traz um café descente, por favor! – era vontade de gritar na hora, mas não nos demos por vencidos, pedimos para que colocassem mais…o que também atenderam, a principio apenas para um de nós (que não era eu, o que quase fez com eu me quase derramasse em súplicas)…fiz minha carinha de gatinho de botas do Shrek e o rapaz voltou e colocou uma generosa porção na minha xícara =D

Assim, sugerimos que eles incluíssem isso no cardápio. Perguntaram: “mas como vamos colocar o creme sem o cliente ter acrescentado o açúcar”. Para os paulistas-paulistanos não há mistério, assim falamos ainda para servir a parte em uma outra xícara ou algo parecido.

O QUE TEM A VER COM O MKT?
Além terem sido atenciosos, eles estavam dispostos e ouvir a percepção de seus clientes sobre seu produto para melhorá-lo. Que bom seria se todas as empresas praticassem isso, não?

Gostou? Não gostou? Comentários? Deixe no campo logo abaixo 😉

Até mais,

@Sara_Batista

Anúncios
Etiquetado , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: